Consultórios improvisados em UBSs colocam em risco vida de Servidores

Há cerca de 30 dias, diversas tendas montadas pela Prefeitura para realização de testes da Covid-19 em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) foram recolhidas pela empresa e exército. Apesar dos improvisos, as tendas funcionavam muito bem para atendimento, respeitando as regras de segurança contra o Coronavírus. Contudo, com a retirada, consultórios improvisados foram montados, mas sem cumprir as devidas regras para evitar aglomerações e respeitar os protocolos contra a pandemia.

IRREGULARIDADES

Após a retirada das tendas, a Prefeitura improvisou consultórios nas recepções das UBSs com separação feita por biombos. Assim, pacientes com suspeita de infecção pelo Coronavírus ficam próximos à recepção, porta de entrada dos outros pacientes da unidade, colocando em risco munícipes e os próprios trabalhadores.

Em outros locais foram utilizadas salas fechadas para pacientes com suspeita. Porém os mesmos circulam pelas unidades, causando o mesmo risco citado anteriormente.

Assim, funcionários das UBSs estão preocupados, porque não há a devida segurança para prestação de serviço, causando queda na qualidade de atendimento aos munícipes. O Sintrasp apurou diversas denúncias da categoria e entrou em contato com o Governo municipal para solicitar esclarecimentos e soluções

PROVIDÊNCIAS

Nosso presidente Antônio Rodrigues dos Santos, o Toninho do Caps, tentou contato diretamente com secretário de Saúde e com o diretor da DAB (Departamento de Atenção Básica), mas sem sucesso. Nenhum deles responderam o Sintrasp até o presente momento. Apenas a secretária do secretário de Saúde nos atendeu e comunicou que verificaria uma data para agendamento de reunião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *