SENTENÇA I Justiça legitima pleito sindical e desbanca grupo oportunista que tentou induzir o Judiciário ao erro!

A Justiça prevaleceu, Servidor! Conforme SENTENÇA PROFERIDA pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Comarca de Osasco – 2ª Vara Cível, Juiz Dr. Mario Sérgio Leite, o pleito sindical foi legítimo e obedeceu às regras estatutárias do Sintrasp. Na prática, a decisão desbancou um grupo politiqueiro e oportunista, que tentou com ações rasteiras induzir o Judiciário ao erro.

CONFIRA UM TRECHO DA DECISÃO

“Os questionamentos apontados pelo autor, por consequência, não possuem o condão de afastar a lisura do processo eleitoral do sindicato, eis que realizado em total observância nas normas previstas no Estatuto.

Por fim, tem-se ainda que no primeiro dia da realização da eleição (fls. 180/182), o autor desistiu de participar das eleições, de modo que havendo apenas uma única chapa concorrente, de rigor a sua vitória.”

POSIÇÃO DA DIRETORIA DO SINTRASP

Ficamos felizes com a sentença proferida porque legitima um trabalho sério e comprometido em prol dos Servidores de Osasco. Entretanto, lamentamos profundamente o oportunismo deste grupo politiqueiro, pois quase prejudicou as negociações da Campanha Salarial 2022 e os avanços conquistados nas alterações da Tabela 7. Enquanto o Sintrasp seguia um caminho seguro, ou seja, da racionalidade e estratégia, o grupelho optou pelo radicalismo e se sobrepor diante da entidade sindical, isto é, achavam que estavam acima da lei.

RELEMBRE TODO O PROCESSO ELEITORAL

O Sintrasp convocou as eleições, deu ampla publicidade, fixou o edital no mural da entidade que, inclusive, saiu no jornal o Estado de S. Paulo. Além disso, divulgamos o pleito no site e redes sociais da entidade, com todos os prazos. SEGUIMOS TODAS AS EXIGÊNCIAS DO ESTATUTO DO SINTRASP. A chapa 2 se inscreveu, participou das reuniões, esteve no primeiro dia do pleito, conferiu a listagem, viu urna por urna, mas de repente saiu do Sindicato revoltada e gravou um vídeo informando sobre a desistência do pleito.

Irresponsável, a chapa 2 foi para as redes sociais caluniar os coordenadores eleitorais, xingar os membros da chapa 1 e causar enorme bagunça em frente ao Sintrasp nos dias do pleito. Fizeram baderna, gritaram, xingaram e reafirmavam que no Judiciário iriam “desbancar nossa farsa”. LAMENTÁVEL ESSA POSTURA!

Entretanto, a verdade prevaleceu. Mas não foi uma tarefa fácil. A cada solicitação da Justiça apresentávamos provas reais, comprovando-se assim a lisura do pleito, conforme certificado pelo próprio Juiz. Tínhamos atas de reuniões, assinaturas dos membros da chapa 2 concordando com as formas do processo, fotos das urnas e Servidores votando, conferência da listagem de votação pelo encabeçador da chapa 2 e seu advogado e acesso aos carros que transportavam as urnas.

SEMPRE EM FRENTE, SERVIDOR

Mesmo com todos esses transtornos, justamente após dois anos sem reajuste salarial e com um grupo rasteiro jogando contra, a atual direção do Sintrasp, liderada pelo presidente Jessé Castro de Moraes, soube administrar muito bem os problemas políticos e com maestria conduziu a Campanha Salarial e as negociações da Tabela 7.

O Sintrasp é do Servidor e grupos políticos não podem prejudicar mais de 20 mil companheiros por interesses partidários. Nós praticamos a política sindical, somos um instrumento de luta na defesa do funcionalismo de Osasco e assim permaneceremos. O momento exige reflexão, e precisamos estar ligados nos oportunistas que falam do Servidor, querem agir como Servidor, são radicais, mas não são Servidores. São lobinhos em pele de cordeiro.

A JUSTIÇA PREVALECEU!

O Sintrasp segue na luta permanente em prol dos Servidores. Conquistamos importantes avanços recentemente, mas não paramos por aí. Agradecemos aos companheiros que não deixaram se ludibriar e já colhem frutos de um Sindicato verdadeiramente da categoria. Nossa diretoria está à disposição para maiores esclarecimentos.

CONFIRA A DECISÃO NA ÍNTEGRA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *