Saúde | Sindicato cobra urgência na solução de irregularidades encontradas nas UBSs

O Sintrasp realizou nos últimos dias visitas técnicas nas Unidades Básicas de Saúde. O objetivo foi realizar levantamentos para a melhora das condições de trabalho dos Servidores lotados nesses postos. Com base nas informações levantadas e observadas, nós pareamos o que mais se aproxima com a legislação vigente. Sendo assim, vamos elucidar abaixo o que foi constatado e nossas solicitações encaminhadas através de ofício urgente para a Secretaria de Saúde.

CONFIRA OS ITENS DO NOSSO OFÍCIO
  1. Solicitamos o PPRA e o PCMSO dos próprios municipais, a fim de averiguar se os riscos ambientais estão sendo atenuados ou eliminados através das ações de Saúde e Segurança do Trabalho, bem como os exames médicos periódicos com os devidos exames complementares e cópia da comunicação de acidentes de trabalho dos últimos doze meses dos Servidores vítimas de acidentes e doenças do trabalho desta Secretaria.
  2. Não foi observado nas Unidades Básicas de Saúde a proteção física na recepção para realizar o atendimento aos munícipes, deixando os Servidores em contato habitual e permanente com agentes patógenos, bem como não está sendo respeitado o distanciamento de um metro e meio entre os Servidores dentro da recepção conforme preconiza a própria Secretaria de Saúde.
  3. No tocante a imunização do novo Coronavírus, a Prefeitura já dispõe de plano de contingência para salvaguardar os profissionais da saúde que participarão da rede de frio e imunizações dos munícipes? Ou seja, está adotando ações para proteger a sua integridade física contra agressões em seu local de trabalho, bem como a prevenção contra possíveis roubos da vacina nas unidades de saúde que participarão do programa de vacinação?

Apresentamos evidências através de imagens na página seguinte do documento, mas para preservar a imagem daqueles presentes nas fotos, optamos por não divulgá-la aqui no site. O ofício foi protocolado ontem, dia 12, na Administração. Cobramos medidas urgentes para regularização por parte da Secretaria de Saúde!

Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *