O trabalho de base é o aperto de mão no Servidor. Esta ação não pode acabar!

Antônio Aparecido de Lima (Bino)
É diretor de BASE do Sintrasp

Sou Servidor municipal e sindicalista, diretor de base do Sintrasp (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Osasco e Cotia). De segunda a sexta, atuo na base, lado a lado com o trabalhador. Levamos as principais ações da entidade, filiamos trabalhadores, fazemos convênios médicos, tiramos dúvidas, fiscalizamos os próprios municipais para averiguar as condições de trabalho, e muito mais. Na prática, a visita é um aperto de mão no trabalhador. É dizer: estamos do seu lado para o que der e vier.

AVANÇOS TECNOLÓGICOS

Mesmo com os avanços tecnológicos, não podemos deixar esse trabalho morrer. Nada como estar ali, pessoalmente, olho no olho. Hoje temos o site, Facebook, Instagram, WhatsApp, telefone, entre outros, que sem dúvida alguma são importantes para esclarecer o Servidor, mas que não podem substituir o trabalho de base. O Diretor sindical sempre presente nos postos de trabalho tem uma avaliação mais apurada das satisfações e insatisfações dos trabalhadores.

Sabemos que os tempos são outros, mas os tempos de maiores conquistas do movimento sindical foram quando os sindicalistas estavam na base informando, esclarecendo e mobilizando a classe trabalhadora. O movimento sindical precisa se modernizar sim, acompanhar todos os avanços que visam uma aproximação mais permanente das pessoas. Porém, não pode deixar sua essência, e desflorar seu enfrentamento.

TRABALHO DE BASE NO SINTRASP

Aqui no Sintrasp, com liderança do presidente Toninho do Caps temos o sinal verde. E muitas vezes, nosso presidente está conosco para somar neste enfrentamento tão necessário. Enquanto o movimento sindical não retornar às suas origens de luta, nada mudará. O sindicalismo mudou sim, mas as ações de relacionamentos individuais com os trabalhadores devem urgentemente retornar. E nós temos plena consciência disso!

CONTINUEMOS NA LUTA!
Avancemos na base, sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *